domingo, 8 de janeiro de 2017

Carta ao Príncipe de 7 anos


Carta ao príncipe de 7 anos
Quando eu penso em você, penso em alegria, penso em força, garra, penso em entusiasmo, energia, penso em sorrisos, em esperança, em felicidade. Tem definição melhor pra ti? Tem sim filho, você é vida. É o amor de Deus presente na minha vida todas as manhãs, quando acorda já com esse sorriso no rosto. É uma forma de Deus me abençoar todas as manhãs!
Aí me perguntam: ele sempre tá com esse sorriso no rosto? Pois é! Sempre com bom humor e dificilmente estranha alguém. Assim é você, desde muito pitoquinho... desarmava qualquer olhar torto com esse sorriso e até hoje abre logo os braços pedindo um abraço e um colinho. Quem resiste? Eu não. Ninguém se atreve a resisti a ti...
Não resisti... não resisto... esse amor me nocauteou! Desde aquela madrugada fria do inverno de 2010, que te vi pela primeira vez, ainda preso a mim pelo cordão umbilical, mesmo após corta-lo, sabia que nossas vidas estariam entrelaçadas para sempre, somos uma só pessoa.
Quando paro pra pensar em tudo que já vivemos, em tudo que me ensinaste até aqui... em tudo que vencemos Filho, me vem tantas memórias, tantos sorrisos compartilhados, tantos anos de histórias...
Você nunca me deixa desanimar diante das dificuldades.
Ah! Sim, claro que há, filho. Mas a gente tira de letra, porque quando a mamãe tá triste, desanimada... perguntando para papai do céu, Porque às vezes tudo é tão difícil e porque o caminho é tão longo...
Aí vem você, sendo você, sendo feliz, assim do jeitinho que é, com as dificuldades que tem, com essa luz própria... aí eu percebo como tô sendo boba em me preocupar com você... você vence cada dia, você dribla os obstáculos, você está sempre se esforçando para consegui vencer sua dificuldade em falar, em se expressar... você é inexplicavelmente forte e a mamãe tem um orgulho danado de você.
E tento ser assim como você...
Que você nunca perca essa energia, essa alegria e otimismo natural que há em você.
Esses 7 anos ao seu lado foram os mais lindos de minha vida inteira antes de você.
Quero passar mais mil anos ao seu lado, aprendendo com você, me fortalecendo com você e sendo sua mamãe, sei que não sou perfeita, mais eu te amo com todo amor que Deus me permite sentir.
Te amo demais meu príncipe Peu,
Meu mocinho
Meu raio de ☀️ sol,
Meu sopro de vida!
Feliz aniversário minha vida!

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Carta ao príncipe de 6 anos



Minha vida, é exatamente o que você é. MINHA VIDA. Não há definição melhor.
Não sei fazer nada que não inclua você, não há um dia sequer que eu não pense em como eu posso melhorar para te ajudar, um dia que eu não pense em algo que possa te fazer feliz, algo que eu possa te ajudar a desenvolver melhor.
Nem acredito que 6 anos já ficaram para trás, com ele muitas lutas, vitórias e lágrimas também, porque não? Não somos feitos de Pedra, não é mesmo?
Quando olho para você hoje e vejo esse menino lindo, saudável e inteligente, não consigo mais associar à aquele bebê frágil e pequeno que tive nos braços, você meu filho, que se tornou esse menino tão amável e adorável. Todos que lembram de você, lembram de você sorrindo e fazendo algum tipo de gesto afetuoso. Porque esse é você. Doce e risonho.
A mamãe nem tinha ideia do tanto de orgulho que você me daria nessa vida, você me surpreende a cada dia, é simplesmente fantástico vê você crescer dessa forma, lentamente e tão perfeitamente no seu ritmo, seu ritmo, esse que eu aprendi duramente a respeitar e a amar também porque tudo que faz parte de você, eu amo. Amo todas as palavrinhas erradas que você tenta pronunciar, amo esse “MAMA” que para alguns pode soar corriqueiro, mas tem um significado tão gostoso para mamãe. Esperei tanto por esse momento e curto muito, sempre me faz dá um sorrisinho feliz, quando te pergunto: Você me ama? E você todo seguro de si, responde: “ama”, com seu jeitinho todo especial. É meu amor, mais um ano vivido e melhor ainda, ao lado de mais uma pessoa especial na tua vida, teu irmãozinho Michel, que você tanto ama. Eu fico muito feliz de vê-los assim tão companheiros de travessuras e tão irmãos. Eu amo vocês...
É lindo de se vê!
Meu príncipe amado da mamãe, meu Peu, só quero te dizer mais uma, das milhões de vezes que eu JÁ DISSE, que te amo mais que tudo nessa vida, que tudo que eu quero é que vocês seja feliz acima de tudo, que não importa quanto as pessoas desacreditem de ti, eu vou acreditar, eu vou está ao seu lado, se Deus permitir, por toda sua longa vida. O que te desejo nesse mais um ano de vida que se inicia é muita saúde acima de tudo, muita paciência, muita concentração para aprender, esforço de sua parte para dá o seu melhor sempre, assim como vem dando.
Sei que você ainda não pode ler esta carta, mas a faço todos os anos desde seu primeiro aniversário, o dia que você irá lê-las chegará para nossa vitória e será o dia de muita alegria quando essas palavras, vindas do fundo do meu coração, saírem da sua boca, perfeitamente, assim como você.
Que Deus esteja sempre presente em nossas vidas e que você tenha um ano de muitas conquistas e vitórias na sua vida, quer dizer, na nossa vida, porque sua vitória é a NOSSA, SEMPRE!

TE AMAMOS DEMAIS, DEMAIS, DEMAIS,

MEU PRINCIPE PEDRO LUCAS SCHÖNAUER.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Carta ao príncipe de 5 anos


Meu amor, meu príncipe amado, meu Peu...
Então cinco anos se passaram e nem consigo acreditar como você cresceu, mal consigo te por nos braços, aqueles 2.960kg se transformaram em 20 bem distribuídos quilinhos.
Os seus olhinhos, aqueles que me encantaram desde a primeira vez, esses ainda brilham do mesmo jeito e sorriem o tempo inteiro, falam por si só e afirmam sem qualquer dúvida como você é feliz.
Eu sinto um tanto de orgulho de mim mesma, sabe filho, aquela mãe que você fez nascer a 5 anos atrás não é a mesma, a bagagem que esses anos e as experiências vividas me transformaram em um tipo de leoa que defende sua cria a todo custo.
Ai se eu pudesse viver suas derrotas, suas decepções, com certeza é o que faria. Nunca te deixaria sofrer, mas sei que cada ano que passa eu preciso te ensinar a andar com suas próprias pernas, não só andar, trilhar um caminho de vitória e felicidade.
Esse ano é mais especial para nós e para você, hoje você poderá comemorar junto ao seu irmãozinho que está aqui... Vê a maneira como você se alegra com a presença dele
me enche de alegria e satisfação. Vale a pena o trabalho de cuidar de vocês “sozinha”, que muitas vezes é cansativo. Quando vejo seu sorriso quando o beija, quando acarinha, quando tenta brincar com ele de “Cadê o queijinho que estava aqui?o gato comeu!”, eu vejo que valeu a pena planejar e realizar esse sonho em nossas vidas.
Michel é meu maior presente para ti meu amor, juntos vocês poderão vivenciar diariamente experiências que eu jamais conseguiria, e sei que farão.
Sei que as vezes tem coisas muito difíceis de compreender e aprender, mas apesar de minha tamanha impaciente(por vezes), nunca desistirei de você e irei sempre lutar para que você alcance cada vitória,  não importa se em tempo diferente, se tudo parece tão lento, você consegue me surpreender e me fazer sentir orgulho com muitas coisas que tem aprendido.
Nesses 5 anos ao seu lado, eu e seu papai aprendemos algo que nenhuma outra experiência seria capaz, entender os olhos, escutar os gestos, ouvir o que não é falado.
Aprendemos que amor não preciso ser descrito, é sentido, é lido em abraços, em beijos, em olhar...
Está ao seu lado nessa caminhada que é a vida meu filho, é como uma caixinha de surpresa, que balançamos, balançamos, imaginamos o que há dentro dela, mas nunca acertamos, sempre nos surpreende.
Você já mudou tanto, mas seu jeito carinhoso e amoroso se torna ainda mais evidente e presente em sua personalidade.
Eu desejo filho, que papai do céu continue iluminando o seu caminho, nos dando força para superar as dificuldades, que nos proporcione saúde para vivermos muitos  e muitos anos juntos, nossa pequena família, eu, você, papai e Michel, que em qualquer circunstância estejamos unidos.
Mamãe te ama muitooo, muito mesmo.
E você sabe,estou e estarei sempre ao seu lado para o que der e vier.
Eu te prometo!

Feliz aniversário e muitos e muitos outros anos de vida
Que Deus te abençoe meu Peu!  

domingo, 27 de abril de 2014

Peu e Michel, planos de vôo!

         A poucos meses de ser mamãe de novo, me sinto como se tivesse passando por isso a primeira vez.
Mas na verdade, acho que é mesmo a primeira vez, serei única para o Michel, assim como sou única para o Peu. E um filho nunca é igual ao outro. No início tive medo que não fosse possível amar outro filho como já amo Pedro, sei que Michel ainda não está aqui para comprovar isso, mas mesmo sem nunca tê-lo contado ou visto, já o amo tanto e planejo toda uma vida ao lado dele, toda uma vida como m
ãe dele. Só uma mãe sabe o amor que cresce dentro de si durante uma gravidez. E quando nasce, nem precisamos falar...  Sei que será diferente as experiências vividas ao lado de Pedro, mas muitas coisas ser
ão iguais, a dedicação, o amor, a doação, a renúncia. Me sinto como mãe de primeira viagem, apenas com mais experiência, dá para entender? Tenho os mesmos medos, as mesmas dúvidas, a ansiedade, a mesma e grande expectativa de ter um filho. E ao mesmo tempo, tudo é novo para mim. A cada mexida dele, cada semana que se aproxima, cada consulta ao pré-natal o amor e laço que temos só aumenta.
Quando Peu chegou em minha vida, foi tudo como um furacão, mistos de sentimentos, vida nova, recém casada, recém chegada aqui na suíça, não falava uma gota de alemão.
Sabe aquele texto “Bem-vinda à Holanda”? Me senti exatamente como descrito, posso citar aqui um trecho mais marcante para mim.
“...
Após meses de ansiosa expectativa, finalmente chega o dia. Você arruma suas malas e vai embora. Várias horas depois, o avião aterrissa. A comissária de bordo chega e diz: "Bem-vindos à Holanda". 
Holanda?!? Você diz, Como assim, Holanda? Eu escolhi a Itália. Toda a minha vida eu tenho sonhado em ir para a Itália." 
Eu poderia até te dizer que dessa vez estou preparada para aterrissar em qualquer destino, mas não seria verdade. Da mesma forma que preparei minha viagem à Itália, assim como passei meses de expectativa para chegar até lá, cá estou novamente, com minha viagem planejada, mesmo sabendo que poderei sim, aterrissar em outro destino e que isso mudaria todo roteiro. A possibilidade de mudança de planos ainda me assusta. Mas, se isso acontecesse de novo, saberia melhor como me adaptar ao novo destino, saberia que é apenas um lugar diferente.
“...Mas todo mundo que você conhece está ocupado indo e voltando da Itália, e todos se gabam de quão maravilhosos foram os momentos que eles tiveram lá. E toda sua vida você vai dizer "Sim, era para onde eu deveria ter ido. É o que eu tinha planejado." 
E a dor que isso causa não irá embora nunca, jamais, porque a perda desse sonho é uma perda extremamente significativa. 
No entanto, se você passar sua vida de luto pelo fato de não ter chegado à Itália, você nunca estará livre para aproveitar as coisas muito especiais e absolutamente fascinantes da Holanda.

Foi o que vivi com Peu, me libertei das lembranças sobre a Itália e me entreguei de cabeça as belezas da Holanda, mas não foi fácil. Acho que por isso tenho medo das mudanças de planos de novo. A verdade é que acredito que é impossível não criar expectativas diante de um nascimento de um filho, todos pais desejam que seus filhos nasçam saudáveis e “normais”. Quando eu digo isso não quero dizer que Pedro é uma criança doente e anormal, mas tem todo seu comprometimento devido a síndrome e má formações por consequencia da mesma. Sei que há a possibilidade dele precisar de apoio no futuro e talvez ainda mais por isso desejo que ele tenha um irmão para poder apoiá-lo em minha ausência. É amor, é medo, é cuidado... Porém, sei que não devo colocar responsabilidade alguma nas costas do Michel para que ele “precise” apoiar seu irmão no futuro, porque pretendo trilhar um caminho de independência e realidade para o Peu. Onde ele consiga caminhar com suas próprias pernas e possa ser feliz no que escolher fazer. Mas, sei que ele terá uma pessoa para compartilhar sua vida, suas vitórias e suas derrotas. Ter irmãos é saber que nunca estaremos só. Sei que o laço de amor e de amizade de Michel e Peu serão fortalecidos em convivência e isso nenhuma diferença conseguirá atrapalhar. Então é isso, que Deus abençoe meus filhos, que não importa se na Holanda ou Itália, que ao fim de tudo possamos ter certeza que tivemos uma experiência de viagem incrível e única. E que mesmo sem planejar, conseguimos aproveitar ao máximo cada experiência vivida.
Sabe, as expectativas sempre vão existir, ao menos dentro de mim, mas hoje sei que o amor é capaz de superar qualquer mudança de planos de vôo e isso de certa forma me dá forças para acreditar que na Itália ou Holanda, eu amarei meu filho acima de tudo, assim como amo Peu. E disso eu tenho plena convicção. Aliás, essa é a única certeza que tenho. Só me resta pedir a Deus que nos abençoe e nos leve ao destino que ele nos reservou.













segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Carta ao príncipe de 4 anos


            6 de janeiro de 2010, às 04:04 da madrugada... Dei à luz um menino, sim, você meu príncipe. Que me trouxe a experiência mais magnifica que uma mulher poder experimentar, SER MÃE!
E hoje fazem 4 anos que você  chegou em minha vida, 4 anos que tenho um pedaço de mim ao meu lado sempre, em cada momento de alegria e tristeza. Juntos, passamos todos os dias desses 4 anos. Não houve dia que não tive você para me encher de esperança e me mostrar como o amor transforma qualquer coisa. Ser a sua mãe, príncipe, me trouxe a oportunidade de viver algo jamais esperado, de viver em transformação, de aceitar o que parecia impossível e de acreditar no amanhã que é sempre tão incerto. Quando eu escrevi sobre você a primeira vez, lembro-me que pensei; "quando ele poder me dizer um eu te amo e um muito obrigado por tudo, eu então entenderei os planos de Papai do céu!" Mas não precisei de palavras ditas para entender... Porque viver ao seu lado todo esses anos me fez ver o quanto Deus acertou me escolhendo como sua mãe, sou muito grata por ser sua mamãe, Peu! Nesses 4 anos ao seu lado, eu só pude perceber a criança tão única que papai do céu me reservou, só você alivia qualquer dor física ou emocional que eu tenha, só você me dar esperança nos momentos de dificuldades, só você me fez crescer e me faz a cada batalha que travamos. É isso aí meu filho, que você possa continuar me dando sempre, mais e mais orgulho de ser sua mãe, sempre ao meu lado , me mostrando o lado bom da vida, o lado bom de tudo que parece difícil. Porque é no seu jeito doce e dengoso que encontro paciência para cuidar de você. Paciência, que por vezes pensei não existir.   E esse ano eu já te dei um presente, que chegará daqui alguns meses. Tenho certeza que você será um irmão muito bom para esse bebê que vai chegar! Mamãe deseja muita saúde, força, sabedoria e amor para romper qualquer obstáculo que teimar em nos impedir de seguir a diante e juntos, juntos, vamos vencer, não tenha dúvida. Te amo príncipe, cada dia mais! Feliz aniversário meu amor, muitos e muitos anos ao nosso lado.
Você é meu presente de Deus, o presente que não pedi, mais que me foi dado e eu nunca quero perder... Porque nem sei o que fazer com a vida sem que você faça parte!
Da sua mamãe, papai e irmãozinho(a), com todo amor que houver nesta vida!

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Bem-vindos ao mundo mágico, cheio de surpresas, alegrias e superações.


         É isso mesmo, exatamente isso que eu descobri ao ser mãe de uma criança especial.
Porque mágico? Vou te dizer. No dia que recebi o diagnóstico do Pedro, no mesmo dia de seu nascimento,  eu fiquei muito decepcionada, senti como se minha vida nunca mais pudesse ser a mesma e que meu sonho de família perfeita tivesse terminado alí junto àquela informação. Mas, nada, nada saiu como eu imaginava. Toda aquela dor e decepção deram espaço a um amor jamais sentido na minha vida. Cada dia que se passava, a magia acontecia, eu me  tornava mais forte a cada sorriso, a cada novo gesto, a cada novo olhar que trocavámos. Quando dei por mim, já estava completamente e incondicionalmente MÃE, a mãe do PEDRO. A mãe que eu não esperava ser, do filho que eu não esperava ter. E a magia de tudo está no amor que transformou todo preconceito em respeito às suas limitações, se transformou em força e garra para lutar pelo que se acredita. Sim, eu passei a acreditar em meu filho e em todas crianças consideradas especiais. Pude perceber que pode-se ser infeliz por diversas razões, mas não porque se é diferente.
Foi nesse momento que passei a ver a vida, a nossa vida de uma forma mais humana, real.  E foi vivendo tudo isso que me livrei de todo e qualquer preconceito que havia em meu coração. E talvez hoje eu entenda e até mesmo tenha a tal resposta que me fiz incessantemente no início dessa jornada: “Porque eu? Porque para nós? Porque me escolheste Senhor?” . É, fomos convidados à conhecer o outro lado da moeda, conhecer os olhos do preconceito voltados para nós, fomos convidados a conhecer a paciência do amor, a generosidade, a compreensão de que todos nós somos diferentes. Ah, a pureza, não posso me esquecer disso, nos tempos atuais já não se ver com a mesma frequencia. Então, essa é toda magia que nos aconteceu.Acha pouco?

Cheio de surpresas, assim é nossa vida ao lado de Peu(como o chamamos).
Se tem uma coisa que aprendi, é que não podemos limitar o desenvolvimento de uma criança especial jamais, não se sabe até que ponto ela pode ou consegue ir, deve-se dar oportunidades para que ela aprenda, para que ela conheça o seu limite.
Não saberemos de toda sua capacidade se não acreditarmos nisso. Sendo assim, a cada dia o Pedro nos surpreende. Acreditamos nele e isso já um grande passo para que ele não tenha limites. Daremos as chances que ele precisa e ele nos mostrará o que é possível ou não para ele.

 Alegria. Essa é a palavra principal na vida de quem tem um filho com Síndrome de down. A doçura, o sorriso, o abraço, o beijo é realmente especial vindo dele. Quem conhece, não vai esquecê-lo fácil. A sinceridade nas atitudes e a inocência das palavras é realmente admirável.

Superação? No dicionário essa palavra significa passar por cima; passar ou ir além; ser ou ficar superior; sobrelevar-se: superar a expectativa.
Pois é, a primeira superação foi nossa aceitação, aceitar o Pedro como ele é. E  depois, tudo vivido foi uma superação, a cirurgia cardíaca, os primeiros passos, as primeiras palavras, cada fase de seu desenvolvimento foi superado, é superado, ele se supera a cada dia. E assim seja,que possamos ir além do que se espera, que possamos superar tudo que nos aconteça, juntos, confiantes e felizes por ter em nossa vida um menino que nos mostrou tantas coisas e nos ensinou outras tantas. Só podemos agradecer à Deus por esse convite. Por essa missão.

sábado, 20 de abril de 2013

Um desafio todos os dias!

Eu olho para trás e vejo o quanto já progredir, o quanto progredimos juntos. Algumas vezes eu me senti imensamente cansada, fisicamente e ainda mais emocionalmente. Mas, não desistir. Não seria capaz disso, pois o amor me encoraja a seguir sempre em frente. Sei que tudo que vivemos hoje será um dia motivo para muitas alegrias e resultado de muitas conquistas. Não sei até que ponto chegaremos a realizar "nossos" sonhos, no entanto, estaremos chegando à algum lugar, estaremos realizando algum sonho e isso já vai ter válido à pena. Talvez eu não seja uma pessoa melhor que à uns anos atrás, eu continuo errando e me acovardando por vezes diante de algumas situações, mas uma coisa é certa, hoje eu não desisto tão fácil do que desejo, do que sonho, porque junto ao meu sonho, há um amor tão grande que me mantém firme nas vezes que me sinto desmotivada por não está vendo os resultados que espero.
Pedro tem me ensinado, como é importante aceitar as pessoas como elas são, esperando delas sempre o melhor, mas se isso não acontece, devemos amá-las da mesma forma, mesmo quando ela não é "perfeita" como imaginávamos.
Afinal, o que é perfeição? Essa palavra não tenha um significado único. Porque, o que é perfeito para mim, pode não ser perfeito para você. Hoje em dia a sociedade dita qual é o estereótipo da criança perfeita, exige que as crianças sejam bonitas, bem vestidas, educadas, inteligentes.Que sejam as primeiras a falarem, as primeiras a dar os primeiros passos. Cobram demais das crianças. Falo isso, porque estou me libertando desses valores deturpados. E tenho me sentindo bem melhor, parando de cobrar que meu filho seja o melhor em tudo, mesmo que entre as crianças com o mesmo "problema". Dessa forma tenho aceitado que todos nós somos diferentes, e cada um tem o seu tempo. Pois é, assim eu vejo como tenho crescido e evoluido com tudo que me aconteceu, com tudo que vivo, todos os desafios propostos pela tarefa de ser uma Mãe de uma criança ESPECIAL.

Carolina Schönauer

Ps: Fico feliz que gostem de minhas palavras, palavras sinceras, algo que realmente vivo e sinto. Mas, se gostar e quiser compartilhar, por favor, não tire os créditos, nem modifique o texto real. Eu ficaria muito feliz. É uma falta de respeito que vc publique algo MEU, como se FOSSE SEU.